Múmia: Tumba do Imperador Dragão

Publicado: 21 maio, 2009 em Aventura, Filme
Tags:, , , , ,

Múmia: Tumba do Imperador Dragão é a última parte (será?) da trilogia iniciada em 1999. Porém este não chega nem perto da qualidade de seus antecessores.

O começo estava achando até interessante, pois entraram um pouco na história da China onde Han (Jet Li) seria o Qin (também conhecido por Chin), que após unificar toda a china sob seu comando tentou achar elixires da imortalidade o que acabou culminando em auto -envenenamento.

Porém assim que saiu da introdução do filme já tive meu primeiro desapontamento, Atrizesnão pelo fato de os O’Connell estejam levando uma vida de rico pradão e sim pelo fato de trocarem a atriz que interpreta Evelyn, nos 2 primeiros filme quem fazia o papel era a Rachel Weisz e me deparo com a Maria Bello fazendo o terceiro filme. Dá a sensação de que entre o 2º e 3º filme o Rick deu um pé na bunda da Evelyn e se casou com uma ricaça chata.

Como os filmes anteriores tinha suas pitadas de comédia entre as cenas de ação tentaram refazer o mesmo, porém saiu uma piada pior que a outra, com direito a múmia ao “melhor” estilo Jar Jar Bins.

yetiA participação do personagen Lin (Isabella Leong), só serviu para o roteirista dar um cabo rápido da história onde uma mera coadjuvante consegue dar uma quebra no ritmo do roteiro, pior que o Mestre dos Magos que dava dicas de onde aconteceria os fatos ela já indicava onde sem ao menos utilizar o conhecimento dos personagens principais.

Agora o ponto positivo, adorei a colocação dos Yetis (Abominável Homem das Neves) deu um charme místico a mais, até superando o “super” poder do dito Imperador Dragão, que também deixa muito a desejar no final medíocre apresentado no filme.

[Spoiler]

Se eu sou um “megaboga” imperador evil que tem como o objetivo reconquistar as suas terras e vem um maldito mortal me desafiando a lutar sem a utilização dos meus poderes com os seguintes dizeres: “Chega de truque, cade a sua honra? Lute que nem macho.” iria dizer ok., e quando chegasse perto do infeliz soltava a mega baforada de fogo nos córneos do indivíduo. Mas como o Han é “boa” gente, aceita e desafio e perde e como se é de esperar o mocinho para levar a vantagem abre a mão da honra em benefício próprio…

[/Spoiler]


Saiba mais: Dinastia Chin
JsIndexer - JsIndexer - Adicionar aos Favoritos BlogBlogs JsIndexer - Adicionar artigo ao Eu Curti JsIndexer - Adicionar ao Google JsIndexer - Adicionar aos Favoritos Technorati JsIndexer - Adicionar ao Ueba JsIndexer - Sabedorize esta notícia no WebSapiens JsIndexer - Envie este artigo por e-mail JsIndexer - Imprima este artigo

Quer ter estes botões no seu site? Acesse

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s